Empresas de call center, pela ABT, apóiam a tecnologia Stir Shaken

A Associação Brasileira de Telesserviços, ABT, afirma ter sido a responsável por trazer a proposta  de adoção da tecnologia  Stir Shaken para o país e idealizou, junto à Anatel, o modelo a ser implantado. Para a entidade, a implementação dessa tecnologia “é o caminho regulatório que conjuga a proteção ao consumidor com a eficiência no uso das redes de telecomunicações por grandes usuários, e preservará milhares de empregos do setor de call center”.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou, na última quinta-feira (27/04), comunicado autorizando as prestadoras de serviços de telecomunicações a implementarem a autenticação e verificação de chamadas, com a tecnologia Stir Shaken, criada nos EUA, para resolver o problema de fraudes por telefone e de ligações indesejadas.

O Stir Shaken identifica e separa as ligações indesejáveis e dá maior transparência à relação com o consumidor que poderá optar por atender ou não a chamada, ao saber quem está ligando e com qual objetivo, antes mesmo de atendê-la.

Segundo a ABT, a empresas de call center empregam mais de 1,4 milhão de pessoas no país, principalmente jovens em seu primeiro emprego, mulheres e negros. “A tecnologia protegerá o consumidor, ao mesmo tempo em que preservará a empregabilidade do setor, combatendo ligações massivas robotizadas e valorizando contatos humanizados e transparentes”, destaca John Anthony von Christian, diretor executivo da ABT.

“Nos Estados Unidos, o Stir Shaken já foi implantado e está sendo utilizado, com sucesso, desde 2019”, observa Hélio Costa, presidente do Conselho de Ética e Regulação da ABT.

“Estudo publicado pela Juniper Research indica que as ligações fraudulentas vão custar $53 bilhões de dólares aos consumidores no Brasil, e no mundo, este ano. O mesmo documento mostra o potencial desta tecnologia. Com a adoção do Stir Shaken nos Estados Unidos o número de ligações indesejáveis caiu vertiginosamente”, explica Cláudio Tartarini, assessor jurídico da ABT e sócio da Souza Neto e Tartarini Advogados.

Em seu comunicado, a Anatel determina a adesão voluntária das empresas operadoras à nova tecnologia. A ABT, que representa as empresas de call center no Brasil,  destaca que a solução pode ser implantada em curto espaço de tempo, com o apoio do setor de telecomunicações. “A adoção da tecnologia de autenticação e verificação de chamadas, com o apoio das operadoras de telecomunicações, pode acontecer rapidamente para grande usuários e empresas de call center, tão logo sejam definidos os alinhamentos técnicos necessários e o modelo de organização setorial. O tema é urgente para proteger o consumidor contra fraudes e abusos e para a preservação do emprego dos profissionais de call centers”, conclui Guilherme Noronha, presidente da ABT.

 

 

O post Empresas de call center, pela ABT, apóiam a tecnologia Stir Shaken apareceu primeiro em TeleSíntese.

Tags

Compartilhe

Quem é o Mestre Sith em Star Wars The Acolyte? Entenda final da série
Tinder: IA vai ajudar usuários a escolher a melhor foto para o perfil
Lula diz que Big Techs lucram com ódio no país e defende taxação
TikTok perde processo na Europa e terá que se enquadrar em novas leis
ibama-libera-instalacao-da-infovia-02,-mas-seca-e-obstaculo
Ibama libera instalação da Infovia 02, mas seca é obstáculo
Você concorda? Veja lista com 50 melhores séries de todos os tempos
Reels do Instagram agora podem ter mais de uma música
Novo SSD da Lexar traz ventoinha e LEDs RGB! Conheça o NM1090 PCIe 5.0!
MPF pede multa de R$ 1,7 bilhão ao WhatsApp por violar direitos de usuários
Netshoes: vazamento supostamente atinge 38 milhões de usuários