Um ano de pandemia e 14 milhões de novas linhas de celular são ligadas

 

A Anatel divulgou hoje, 30 de abril, a base instalada e o desempenho do mercado do serviços de telecomunicações do mês de março de 2021. E, um ano após o Covid-19 ter sido declarado uma pandemia global, os brasileiros colocaram em seus bolsos e bolsas novas 14 milhões de linhas de celular. A base instalada de telefonia móvel, segundo a Anatel, em março de 2020 era de 226,280 milhões de celulares em serviço. Em março de 2021, somavam 240,558 milhões de linhas em serviço, crescimento de 6,3%.

Confirmando que esse é mesmo um serviço essencial, é na Região Norte onde o crescimento de acessos celulares em serviço foi de mais de dois dígitos nos últimos 12 meses: os acessos em serviço cresceram 12,7%, maior do que qualquer outra região do país, passando de 48,2 milhões em março de 2020, para 54,3 milhões em março de 2021.

Market Share

As quatro maiores operadoras tiveram saldo positivo com captação de clientes, em março em relação a fevereiro, mas em números bem pequenos e nada que altere o market share. A Vivo mantém-se na liderança, com 33,3% do mercado e 79,314 milhões de assinantes; seguida pela Claro, com 27,6% do mercado e 66,33 milhões de clientes. A TIM, com 51,7 milhões de usuários e a Oi com 38,5 milhões.

O post Um ano de pandemia e 14 milhões de novas linhas de celular são ligadas apareceu primeiro em TeleSíntese.

Socialize-se!
%d blogueiros gostam disto: