TIM decide ativar 4G em todos os municípios brasileiros em 3 anos

O presidente da TIM, Pietro Labriola, anunciou hoje, 7,  que a operadora decidiu ampliar o seu compromisso com o Brasil e ativar a tecnologia 4G em todos os municípios brasileiros em três anos. Esse anúncio foi feito durante a solenidade de apresentação do TAC – Termo de Ajuste de Conduta – contrato que trocou multas por investimentos assinado com a Anatel.

“ A crescente confiança,  seja no órgão regulador, seja no ministério e no governo nos leva a assumir o compromisso  de ser a primeira operadora que vai ativar o 4G em todos os municípios do Brasil nos próximos três anos”, afirmou o executivo durante a reunião de hoje.

Segundo Labriola, esse compromisso se torna possível após a atuação da Anatel, que viabilizou a assinatura do TAC  e da atuação do ministro da Economia, Paulo Guedes, que autorizou o diferimento das taxas do Fistel (Fundo de Fiscalização das Telecomunicações).

As operadoras de celular teriam que depositar pelo menos R$ 3 bilhões em março, referentes ao recolhimento das taxas do Fistel, que incidem sobre cada chip de celular em serviço, mas devido à pandemia do Covid-19, a área econômica autorizou o adiamento do pagamento para agosto deste ano e o seu parcelamento em até cinco vezes, mas com a cobrança da taxa Selic.

O executivo da TIM disse que o setor de telecomunicações continua na triste liderança do ranking de reclamações e, por isso, as operadoras precisam investir para melhorar a qualidade da rede.

40 milhões sem conexão

Ao elogiar o contrato que foi assinado pela TIM e Anatel, o ministro das Comunicações, Fábio Faria, disse que ele era importante porque estava ampliando a banda larga para mais 350 cidades brasileiras, em sua maioria com IDH abaixo da média do país, mas ressaltou que ainda existem 40 milhões de brasileiros que não têm acesso à banda larga, e que essa realidade precisa ser revertida.

“Se para nós já é difícil, imagina para quem não tem acesso”, disse.

O presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais, afirmou, por sua vez, que a assinatura desse primeiro TAC, que representará  investimentos de R$ 385 milhões em 369 municípios brasileiros é fruto da nova postura da agência reguladora, de trazer benefícios diretos para a população ao invés do infindo debate judicial em torno das multas.

Ele ressaltou que, além dos compromissos de investimentos adicionais, o TAC, cujo valor total das multas negociadas é de R$ 627 milhões, também traz  melhorias entre os projetos estruturantes. Entre eles, a TIM se comprometeu a levar a  4G em 449 municípios onde não  tem a tecnologia; a conectar 238 municípios com fibra óptica e levar 4G na faixa de 700 MHz em outros 1.388 municípios brasileiros.

Com o anúncio de hoje do presidente da TIM, a operadora estará presente com a 4G no 5.570 municípios brasileiros até o final de 2022.

 

O post TIM decide ativar 4G em todos os municípios brasileiros em 3 anos apareceu primeiro em TeleSíntese.

Socialize-se!
%d blogueiros gostam disto: