Mobilidade ativa é um dos caminhos para a preservação do clima

O mês de abril de 2021 foi histórico para as nações, organizações e cidadãos preocupados e empenhados com o futuro climático do planeta. Realizada nos últimos dias 22 e 23, a Cúpula de Líderes sobre o Clima teve como anfitriã a Casa Branca, em iniciativa alinhada com a administração do presidente americano Joe Biden. A conferência é uma etapa importante para que as potências mundiais se comprometam com planos mais ambiciosos na 26ª Conferência das Nações Unidas sobre Mudança Climática (COP 26), que acontecerá em novembro na Escócia.

As manchetes sobre a Cúpula tomaram conta do noticiário internacional, mas vale o reforço sobre as principais metas apresentadas: falando para governantes de 40 países, Biden se comprometeu a reduzir as emissões de gases de efeito estufa dos Estados Unidos entre 50 e 52% até 2030, em relação aos níveis de 2005. “Esta é a década na qual devemos tomar decisões para evitar as piores consequências da crise climática. Nós devemos manter as temperaturas para que elas não subam mais. Isso vai ameaçar vidas e meios de vida”, afirmou o presidente, preocupado com a possibilidade de mais desastres naturais de larga escala.

Leia mais…

Socialize-se!
%d blogueiros gostam disto: