Microsoft processa domínios e interrompe fraudes envolvendo covid-19

Um esquema de phishing direcionado a 62 países levou a Microsoft a mover um processo para controlar os domínios utilizados por hackers e dar fim a uma campanha fraudulenta utilizando o nome da empresa. Segundo Tom Burt, vice-presidente corporativo de segurança do consumidor, milhões de e-mails foram enviados a diversas pessoas.

De acordo com a companhia, o primeiro relato de algo do tipo ocorreu em dezembro de 2019, momento em que foi notada a tática de uso da identidade falsa da Microsoft em discussões aparentemente profissionais, com o envio de arquivos como “Q4 Report — Dec19.”

Leia mais…

Socialize-se!
%d blogueiros gostam disto: