Lucro da Algar Telecom cai 50% no 2º trimestre

A operadora mineira Algar Telecom registrou uma queda de 50,8% em seu lucro líquido no segundo trimestre desse ano, comparado ao mesmo período de 2019. A cifra apresentada foi de R$ 85,2 milhões, ante R$ 173,3 milhões um ano antes.

No relatório financeiro, a empresa destacou que o período de abril a junho foi o primeiro integralmente impactado pela pandemia de covid-19. Ainda assim, houve aumento de 10,2% ano a ano nas receitas brutas, que ficaram em R$ 751 milhões.

As receitas brutas do segmento B2B ficaram em R$ 449,2 milhões, 11,4% maiores graças ao crescimento da base de micro e pequenas empresas. Ao final de junho de 2020, a Algar Telecom atuava no mercado B2B de 359 cidades, de 16 estados e do Distrito Federal.

No varejo (B2C), as receitas brutas aumentaram 8,4%, para R$ 302,9 milhões. A operadora atua nos 87 municípios de sua área de concessão e em algumas cidades adjacentes à essa área no Estado de Minas Gerais. Os investimentos na expansão da rede de fibra óptica da Companhia resultaram em 69% de homes passed em toda a área de atuação e, no final do 2T20, o número de clientes de banda larga em fibra atingiu 66,8% do total, um aumento de 24,7pp se comparado ao mesmo período do ano anterior.

A receita líquida consolidada da Algar Telecom atingiu R$ 580,7 milhões no segundo trimestre de 2020. O crescimento, de 12,7%, foi resultado da combinação de maiores receitas tanto do segmento B2B (+11,4%) quanto do B2C (+8,4%). No primeiro semestre do ano a receita líquida cresceu 13,2%.

O EBITDA, lucro antes de impostos, depreciações e amortizações, encolheu 9,9%, para R$ 283,8 milhões. O Capex também foi reduzido. Passou de R$ 170,5 milhões no segundo trimestre de 2019, para R$ 93,1 milhões agora, uma retração de 45,4%. Os custos e despesas saltaram 48,4% em um ano, chegando a R$ 296,9 milhões.

O post Lucro da Algar Telecom cai 50% no 2º trimestre apareceu primeiro em TeleSíntese.

Socialize-se!
%d blogueiros gostam disto: