Hacker sequestra cinto de castidade e pede resgate em Bitcoin

Um cinto de castidade conectado chamado CellMate, que possui falhas de segurança conhecidas, permite que hackers “sequestrem” o pênis dos usuários. De acordo com relatos obtidos pelo Motherboard, pelo menos duas pessoas tiveram o produto trancado por cibercriminosos e receberam um pedido de resgate em Bitcoin, mas acabaram escapando do golpe.

Segundo aponta o site, os usuários receberam uma mensagem dos cibercriminosos dizendo “seu pênis é meu agora”. Os hackers pediam um pagamento de 0,02 bitcoin para liberar o dispositivo, o que dá aproximadamente R$ 4 mil.

Leia mais…

Socialize-se!
%d blogueiros gostam disto: