Documentário quer trocar foto da Playboy que gerou o formato JPEG

Em 1973, engenheiros da University of Southern California Signal and Image Processing Institute (SIPI) buscavam uma imagem que pudesse servir de modelo para testes em um estudo de processamento de imagens a cores em alta resolução. A equipe estava cansada de utilizar sempre as mesmas fotografias, que já estavam há vários anos em uso. A solução, por mais absurdo que pareça, veio da Playboy.

Algum membro do grupo de pesquisa estava com a edição de novembro de 1972 na mochila e, na revista, havia um ensaio de uma jovem modelo sueca chamada Lena Söderberg. A foto, se cortada logo abaixo dos ombros da modelo, ficava “segura” para uso e foi considerada perfeita por apresentar aspectos técnicos de contraste, uso de cor e detalhes visuais, incluindo as diferentes texturas e o formato do rosto humano. Além disso, os estudantes e pesquisadores ficaram hipnotizados com a beleza da jovem.

Leia mais…


Source: Tecmundo

Socialize-se!

Admin AcessoWi-Fi.com

Administrador AcessoWi-Fi.com Técnico de Telecom HDC Telecom Técnico Grupo HD Center

%d blogueiros gostam disto: