Buraco negro inativo pode levar ao surgimento de novas estrelas

Um aglomerado de galáxias está em processo de “produção” de novas estrelas em um ritmo muito acelerado, cerca de 300 vezes mais rápido do que a Via Láctea. A informação é parte de um estudo publicado no The Astrophysical Journal Letters, periódico científico de astronomia. Nele, foi explicado que isso pode ser resultado de um buraco negro supermassivo em estado inativo, presente nessa maior estrutura do universo.

“Isso me lembrou a antiga expressão de ‘quando o gato não está em casa, os ratos fazem a festa’. Aqui o gato, ou buraco negro, está quieto e os ratos, ou estrelas, estão muito ocupados”, explicou a líder do trabalho Julie Hlavacek-Larrondo, da Universidade de Montreal (Canadá).

Leia mais…

Socialize-se!
%d blogueiros gostam disto: