r-ciber:-teles-terao-que-avaliar-grau-de-dependencia-dos-fornecedores-de-data-center-e-nuvem

R-Ciber: Teles terão que avaliar grau de dependência dos fornecedores de data center e nuvem

(crédito: Freepik)

O R-Ciber, novo  Regulamento de Segurança Cibernética Aplicada ao Setor de Telecomunicações aprovado ontem, 4, pela Anatel, traz também regras de governança para o segmento de data center e nuvem, que terão que ser cumpridas pelas operadoras de telecomunicações. Conforme o relator da matéria, conselheiro Alexandre Freire, a inclusão dessas obrigações na norma, para um controle ex ante da Política de Segurança Cibernética (PSC) vai permitir que a agência “promova a adequada gestão de riscos na utilização desses recursos fundamentais”.

Assim, a política de segurança cibernética foi alterada para englobar também os serviços de processamento e armazenamento de dados e de computação em nuvem utilizados pelas prestadoras de telecomunicações. Conforme o novo regulamento, a PSC deverá prever:

  • a capacidade do fornecedor de data center e de serviços de nuvem e a sua compatibilidade com as diretrizes do regulamento;
  • o mapeamento dos riscos;
  • os procedimentos para a mitigação dos riscos;
  • e, em caso da localização dos dados no exterior, a complexidade da gestão de incidentes.

Além disso, todas as operadoras que foram classificadas para a regulação ex ante (inclusive as de telefonia celular, de cabos submarinos e de oferta de dados no atacado) deverão fazer avaliação do grau de dependência de seus fornecedores, incluindo os de serviços de processamento de dados e de serviços de nuvem, e fazer previsões de “possíveis impactos operacionais e financeiros em razão dessa dependência”.

Pequeno Porte

Os ISPs, ou Prestadores de Pequeno Porte (PPPs) não terão suas redes submetidas à política de controle ex ante da Anatel, mas passaram a ter a obrigação de assegurar que os equipamentos de telecomunicações por eles disponibilizados aos seus clientes sejam homologados pela Anatel. Conforme explicitou a nota da agência de ontem, todas as prestadoras, independentemente do porte, devem cumprir o art. 8º do R-Ciber, o qual visa mitigar vulnerabilidades nos equipamentos cedidos aos consumidores dos serviços de telecomunicações. 

Tags

Compartilhe

Quem é o Mestre Sith em Star Wars The Acolyte? Entenda final da série
Tinder: IA vai ajudar usuários a escolher a melhor foto para o perfil
Lula diz que Big Techs lucram com ódio no país e defende taxação
TikTok perde processo na Europa e terá que se enquadrar em novas leis
ibama-libera-instalacao-da-infovia-02,-mas-seca-e-obstaculo
Ibama libera instalação da Infovia 02, mas seca é obstáculo
Você concorda? Veja lista com 50 melhores séries de todos os tempos
Reels do Instagram agora podem ter mais de uma música
Novo SSD da Lexar traz ventoinha e LEDs RGB! Conheça o NM1090 PCIe 5.0!
MPF pede multa de R$ 1,7 bilhão ao WhatsApp por violar direitos de usuários
Netshoes: vazamento supostamente atinge 38 milhões de usuários