combate-a-pirataria-sera-automatizado,-diz-anatel

Combate à pirataria será automatizado, diz Anatel

combate automatizado Freepik

O combate à pirataria de produtos de telecomunicações será automatizado, para tornar mais ágil a comunicação da Anatel com os provedores regionais de internet e operadoras, disse hoje ao Tele.Síntese o conselheiro Artur Coimbra. Segundo ele, atualmente, quando um conversor de TV pirata é detectado pelo laboratório da agência, é feita uma comunicação para que o operador de telecom bloqueie o aparelho, mas nem sempre essa medida acontece com a agilidade necessária. Por isso, a agência está desenvolvendo sistemas, que ficarão prontos até o final deste ano, para que as medidas de bloqueio dos aparelhos possam ser feitas imediatamente, pois toda a comunicação da agência com seus regulados será automatizada.

Aparelhos Celulares

Em  outra frente, a fiscalização da Anatel está analisando agora os relatórios fornecidos pelos maiores marketplaces, que, em reunião em março deste ano se comprometeram a utilizar os números de EAN e os números da certificação da Anatel para evitar que anúncios de aparelhos não certificados fossem divulgados em suas páginas. O código EAN é único por produto e identifica fabricante, modelo de celular e país de origem. “Iniciamos a fiscalização para ver o impacto dessa medida na venda de produtos piratas”, disse Coimbra.

Os marketplaces que fizeram esse acordo com a agência foram: Amazon, Mercado Livre, Carrefour, Magazine Luiza e Shopee.

A Anatel pretende ampliar ainda mais a atuação, desta vez em parceria com a Receita Federal, depois que for autorizada a ingressar no sistema Siscomex, que registra as importações e exportações brasileiras. ” Há casos de produtos não certificados e que pagam impostos; há casos de produtos não certificados que não pagam impostos e os certificados que não pagam impostos. Todos os não certificados são piratas para a Anatel e poderemos fazer operações conjuntas com a Receita”, afirmou o conselheiro.

Segundo a Abinee, no ano passado  o Brasil registrou 6,2 milhões de smartphones piratas vendidos. 

Compartilhe

Quem é o Mestre Sith em Star Wars The Acolyte? Entenda final da série
Tinder: IA vai ajudar usuários a escolher a melhor foto para o perfil
Lula diz que Big Techs lucram com ódio no país e defende taxação
TikTok perde processo na Europa e terá que se enquadrar em novas leis
ibama-libera-instalacao-da-infovia-02,-mas-seca-e-obstaculo
Ibama libera instalação da Infovia 02, mas seca é obstáculo
Você concorda? Veja lista com 50 melhores séries de todos os tempos
Reels do Instagram agora podem ter mais de uma música
Novo SSD da Lexar traz ventoinha e LEDs RGB! Conheça o NM1090 PCIe 5.0!
MPF pede multa de R$ 1,7 bilhão ao WhatsApp por violar direitos de usuários
Netshoes: vazamento supostamente atinge 38 milhões de usuários