vodafone-vende-subsidiaria-na-italia-por-8-bilhoes-de-euros

Vodafone vende subsidiária na Itália por 8 bilhões de euros

Vodafone fecha negócio com Swisscom e vende unidade na Itália
Após deixar a Espanha, Vodafone vende por 8 bilhões de euros subsidiária na Itália (crédito: Vodafone/Divulgação)

Após vender a sua unidade na Espanha, a operadora britânica Vodafone anunciou, nesta sexta-feira, 15, que também encerrará as atividades na Itália. A tele fechou um contrato de 8 bilhões de euros (aproximadamente R$ 43,5 bilhões) com a operadora suíça Swisscom. O acordo vinculante envolve 100% do ativo.

A transação prevê que a Vodafone continue a oferecer alguns serviços à Swisscom por até cinco anos, por uma soma de 350 milhões de euros (R$ 1,9 bilhão) durante o primeiro ano após a conclusão do negócio.

As empresas também devem colaborar, para além da Itália, em diversas áreas, como Internet das Coisas (IoT), serviços e soluções empresariais, compras, serviços operacionais e roaming.

A Vodafone Itália oferece os serviços de telefonia móvel e fixa para consumidores e empresas em todo o território italiano. A unidade, no entanto, não fazia mais parte dos planos da matriz. Com isso, entrou no projeto de reestruturação da empresa anunciado há cerca de um ano.

Antes de anunciar a sua saída do mercado italiano, em outubro do ano passado, a Vodafone firmou um acordo de 5 bilhões de euros (R$ 27,1 bilhões) com a Zegona Communications para vender a sua subsidiária na Espanha.

A transação envolvendo a unidade na Itália ainda deve passar por análise regulatória.

Reestruturação

Em nota, Margherita Della Valle, CEO da Vodafone, ressaltou que as transações na Itália e na Espanha gerarão mais de 12 bilhões de euros (R$ 65,2 bilhões) à companhia, que pretende devolver 4 bilhões de euros (R$ 21,7 bilhões) aos acionistas através de recompra de ações.

“Hoje, anuncio o terceiro e último passo na remodelação das nossas operações europeias. No futuro, os nossos negócios irão operar em mercados de telecomunicações em crescimento – onde mantemos posições fortes –, o que nos permitirá proporcionar um crescimento mais forte e previsível na Europa”, afirmou a executiva.

“Isto será aliado à nossa aceleração no B2B, à medida que continuamos a ganhar participação em um mercado de serviços digitais em expansão”, acrescentou.

No momento, a Vodafone se concentra em concluir a fusão com a operadora móvel Three no Reino Unido e expandir a atuação no segmento corporativo.

A tele ainda informou que, a partir do dia 1º de abril, as atividades serão organizadas em cinco divisões: Alemanha; Mercados Europeus, África; Vodafone Negócios; e Vodafone Investimentos.

Compartilhe

Ajuda nas crises é tão mais forte quanto é coletiva
MERCADO DE BANDA LARGA 2024 - REVISE SUA ESTRATÉGIA
HUAWEI eKIT É NA CELETI - KIT INCRÍVEL PARA O SEU PROVEDOR
UNBOXING SERVIDOR DELL R630 - ANEXA TELECOM
FUTEBOL, SAMBA E AMIGOS - EXPOISP OLINDA - DIA 03
SEGUNDO DIA NA EXPOISP - FOI MUITO PRODUTIVO
CONCEITO DE DATA CENTER EDGE - ASAP TELECOM
O PROJETO DE ARQUITETURA DO NOSSO PROVEDOR - MULTIWAY
NOSSO PRIMEIRO DIA NA EXPOISP - TRIP 18
TRIP ESPECIAL EXPOISP OLINDA - EP17