sateliot-vai-lancar-quatro-satelites-e-iniciar-servico-em-2024

Sateliot vai lançar quatro satélites e iniciar serviço em 2024

Sateliot confirma o lançamento de quatro satélites em 2024; serviço comercial também será ativado este ano
Serviço de conectividade da Sateliot vai começar com seis satélites LEO ainda este ano (crédito: Divulgação/Sateliot)

A operadora Sateliot confirmou, nesta sexta-feira, 8, o lançamento de quatro satélites ao espaço neste ano. Os equipamentos serão lançados pela SpaceX.

A companhia espanhola indicou que os artefatos serão postos em órbita durante o verão no hemisfério norte (entre junho e setembro). Além disso, sinalizou que o serviço comercial, que deve conectar 7 milhões de aparelhos de Internet das Coisas (IoT), também deve entrar em operação em 2024.

A primeira etapa da constelação será composta por seis satélites – dois já estão na órbita baixa da Terra (LEO, na sigla em inglês). Ao todo, a constelação será formada por 250 satélites. A previsão é de que os lançamentos sejam concluídos entre 2027 e 2028.

O serviço da Sateliot será dedicado a operações de IoT com rede 5G. Segundo a empresa, a tecnologia usada foi validada pela Agência Espacial Europeia (ESA) e pelo 3GPP, organização responsável pela padronização de redes móveis.

O plano da empresa é dar início ao serviço oferecendo conectividade a aplicações de IoT. Posteriormente, a ideia é oferecer capacidade em tempo real em todo o mundo.

Receitas

A empresa tem a expectativa de faturar 187 milhões de euros (aproximadamente R$ 1 bilhão) em pedidos vinculativos firmados com mais de 350 clientes espalhados por mais de 50 países em diversas partes do mundo.

A operadora ainda projeta alcançar uma receita de 500 milhões de euros (R$ 2,7 bilhões) até 2027. Três anos depois, estima atingir um faturamento de pelo menos 1 bilhão de euros (R$ 5,4 bilhões).

Fundada em 2018, a Sateliot tem como sócios as empresas Indra, Cellnex e Sepides. Recentemente, a companhia levantou um financiamento de 13,5 milhões de euros (R$ 73,5 milhões), dos quais 6 milhões de euros (R$ 32,6 milhões) foram aportados pelo Banco Santander.

O financiamento ainda conta com 5 milhões de euros (R$ 27,22 milhões) em títulos conversíveis e 2,5 milhões de euros (R$ 13,6 milhões) de um empréstimo participativo da empresa pública Avançsa.

Compartilhe

Home office: 121 vagas para trabalho remoto internacional [29/05]
VALE A PENA OFERECER PLANO DE 1GIGA? - ASAP TELECOM
MERCADO DE BANDA LARGA 2024 - REVISE SUA ESTRATÉGIA
HUAWEI eKIT É NA CELETI - KIT INCRÍVEL PARA O SEU PROVEDOR
UNBOXING SERVIDOR DELL R630 - ANEXA TELECOM
FUTEBOL, SAMBA E AMIGOS - EXPOISP OLINDA - DIA 03
SEGUNDO DIA NA EXPOISP - FOI MUITO PRODUTIVO
CONCEITO DE DATA CENTER EDGE - ASAP TELECOM
O PROJETO DE ARQUITETURA DO NOSSO PROVEDOR - MULTIWAY
NOSSO PRIMEIRO DIA NA EXPOISP - TRIP 18