O uso de inteligência artificial pode ser uma estratégia eficaz para aumentar a arrecadação dos municípios. Em Cascavel, a prefeitura superou em 20% a estimativa inicial de recursos que ingressaram no caixa após simplificar o processo de antecipação do pagamento do IPTU com ajuda de uma assistente virtual inteligente. Somente no modelo de pagamento à vista, foram arrecadados aproximadamente R$ 100 milhões em 90 dias de campanha.

A estimativa deste período era de arrecadação de R$ 80 milhões com o programa de benefícios para pagamento antecipado. “O cidadão acessa o site e com apenas cinco cliques consegue emitir o boleto ou gerar o pix. Em anos anteriores, o caminho era muito mais longo”, diz o Secretário de Comunicação do município, Mozzart Carvalho Piccoli.

A comodidade agradou os cidadãos. Mozzart cita como exemplo da mudança as postagens nas redes sociais sobre a campanha de antecipação. Em 2023, elas geraram 500 cliques no sistema da prefeitura. Esse ano foram dois mil acessos à assistente virtual.

Desenvolvida pela Govtech IPM Sistemas, a assistente virtual Dara usa técnicas de processamento de linguagem neural para facilitar o contato com o cidadão e é capaz de compreender as necessidades dos usuários e fornecer respostas certeiras de forma instantânea. Ou seja: entende o que está escrito mesmo se as pessoas cometerem algum erro de digitação, o que torna a conversação mais fluida.

Até o momento, a IA foi treinada com mais de 500 mil perguntas diferentes da população, baseadas em demandas recebidas por prefeituras de todo o País. Cada nova demanda recebida de um cidadão pode gerar novo conhecimento, tornando mais assertivas as respostas.