Crédito: freepik

Nessa terça-feira, 28, uma apuração da agência de noticiais Reuters, informou que o Ministério do Interior grego foi multado em 400 mil euros pela autoridade de proteção de dados do país. Na ocasião, em junho do ano passado foram vazados milhares de e-mails e números de celulares dos eleitores.

Por meio de uma investigação, foi descoberto um documento contendo os dados de mais de 20 mil eleitores, e que esse material teria sido enviado para alguém de fora do ministério.

Segundo a autoridade, as investigações foram iniciadas em março desse ano, logo após receberem dezenas de denúncias de eleitores, que segundo eles, receberam e-mails de conteúdo político da deputada grega do Parlamento Europeu, Anna-Michelle Asimakopoulou.

Asimakopoulou teria recebido essa lista no dia 20 de janeiro, e então, usado a para enviar e-mails políticos aos eleitores, o que segundo a autoridade, trata-se de uma violação das regras de dados.