mcom-concede-acesso-a-novas-radios-e-tv-digital-em-regioes-do-pais

MCom concede acesso à novas rádios e TV digital em regiões do país

Nesta terça-feira (14), o Ministério de Comunicações (MCom) publicou portarias que autorizam a Retransmissão de Televisão (RTV) para 17 municípios, contemplando quase 500 mil habitantes de dez estados com novos canais de TV digital. A pasta também autorizou sete novas emissoras no Sul, Sudeste, Norte e Nordeste a executarem o serviço de rádio comunitária.

No caso da TV digital, as autorizações abrangem as cinco regiões do país, beneficiando a população com TV de qualidade digital. A maioria das outorgas são para Minas Gerais, com seis municípios beneficiados: Bambuí, Campina Verde, Cássia, Luz, Nova Ponte e São Sebastião do Paraíso.

Também foram contempladas as seguintes cidades: Breves (PA), Jaguarari (BA), Xique-Xique (BA), Vera Cruz (BA), Iracema (CE), Chapadão do Céu (GO), Conquista D’Oeste (MT), Divinolândia (SP), Aracruz (ES), Quitandinha (PR) e Presidente Lucena (RS).

Para Juscelino Filho, ministro das Comunicações, a meta é proporcionar o serviço de TV Digital para todas as localidades do país. “Desde as grandes cidades até os pequenos povoados, nossa missão é garantir que todos, sem exceção, tenham acesso a uma transmissão de qualidade“, afirmou.

“A radiodifusão é um dos mecanismos de participação social mais fundamentais e está entre as nossas prioridades. Vamos apoiar entidades e emissoras na execução de serviços que levem mais entretenimento, informação e cultura para todo o país”, disse Juscelino.

Radiodifusão

Dentre as nove, há duas autorizações que são para o serviço de radiodifusão sonora em frequência modulada (FM), com fins exclusivamente educativos no Nordeste, que beneficiarão moradores de Vera Cruz, na Bahia, e em Iracema, no Ceará. Ao todo, mais de 56 mil pessoas serão contempladas com o serviço.

As outras sete transmissões beneficiarão mais de 1 milhão de brasileiros, contemplando Caxias do Sul, no Rio Grande do Sul – área afetada pela forte chuva; Morro do Chapéu do Piauí, no Piauí; Rosana, em São Paulo; Colorado do Oeste, Rondônia; Piquet Carneiro, no Ceará; Itiúba e Itapicuriu, na Bahia.

As rádios comunitárias é um meio de comunicação bem frequente em regiões rurais e afastadas, sendo muitas vezes a única forma de conexão com o restante do país. Além disso, essas estações têm a capacidade de se adaptar rapidamente a emergências, fornecendo informações vitais durante desastres naturais, crises de saúde pública e outras circunstâncias imprevistas.

“As rádios comunitárias são fonte vital de informação para locais onde o acesso à internet e outros meios de comunicação podem ser limitados. Elas levam notícias locais, serviços públicos e até condições climáticas para a população. Uma dessas autorizações contempla uma cidade do Sul, com mais de 400 mil habitantes. Nosso objetivo é expandir a melhor comunicação para todos, em especial, a população das áreas afetadas pelas chuvas”, disse Juscelino.

Tags

Compartilhe

Home office: 121 vagas para trabalho remoto internacional [29/05]
VALE A PENA OFERECER PLANO DE 1GIGA? - ASAP TELECOM
MERCADO DE BANDA LARGA 2024 - REVISE SUA ESTRATÉGIA
HUAWEI eKIT É NA CELETI - KIT INCRÍVEL PARA O SEU PROVEDOR
UNBOXING SERVIDOR DELL R630 - ANEXA TELECOM
FUTEBOL, SAMBA E AMIGOS - EXPOISP OLINDA - DIA 03
SEGUNDO DIA NA EXPOISP - FOI MUITO PRODUTIVO
CONCEITO DE DATA CENTER EDGE - ASAP TELECOM
O PROJETO DE ARQUITETURA DO NOSSO PROVEDOR - MULTIWAY
NOSSO PRIMEIRO DIA NA EXPOISP - TRIP 18