ligga-faz-rede-privativa-5g-para-a-unisantacruz

Ligga faz rede privativa 5G para a UniSantaCruz

CEO da Ligga destaca que a operadora visa expandir o acesso à conectividade no Paraná e desenvolver soluções que otimizem o uso do 5G, com ênfase no crescimento das empresas
Em evento na UniSantaCruz, CEO da Ligga diz que a operadora visa expandir o acesso à conectividade no Paraná (Foto: Divulgação)

Nesta quarta-feira, 21, a Ligga ativou a rede 5G privativa do Centro Universitário Santa Cruz (UniSantaCruz), em Curitiba. Trata-se da primeira rede privativa 5G em uma universidade no país, segundo as empresas.

Com o suporte da empresa Databahn Solutions, a rede 5G do campus do UniSantaCruz tem potencial de conectar mais de 18 mil estudantes e professores que circulam ali.

“A Ligga tem orgulho de ser parceira da educação em Curitiba e no estado do Paraná. Levamos conectividade para mais de 1.800 escolas estaduais, beneficiamos mais de 30 mil alunos e professores em áreas rurais, aldeias indígenas e comunidades remanescentes de quilombos. Embora haja muito por fazer, estamos empenhados em ampliar o acesso à conectividade em todo o estado e em desenvolver soluções que aproveitem ao máximo o potencial do 5G, com foco no crescimento empresarial”, falou o CEO da Ligga, Wendell Oliveira, no evento de lançamento.

O CRO da operadora, Rafael Marquez, falou sobre o caráter inovador e as perspectivas proporcionadas pela implementação da rede 5G. “A tecnologia da rede privativa beneficia tanto a educação quanto a indústria, o agronegócio, o varejo e a saúde. Ela possibilita um maior controle e monitoramento dos processos por meio da IoT, além de oferecer soluções imersivas, como a realidade virtual”, pontuou.

Aplicações

Entre as iniciativas a serem implementadas por meio da nova rede 5G do UniSantaCruz se destacam: o uso de óculos de realidade aumentada para análises detalhadas de tecidos humanos, instalação de câmeras 360º nos estúdios dos cursos EAD para uma visão abrangente e interativa das aulas, escaneamento facial para liberação das catracas, check-in automático nas aulas, totem interativo de atendimento aos estudantes para emissão de boletins, horário das aulas, entre outros.

Para a presidente do UniSantaCruz, Amanda Brito, o 5G possibilitará a criação de um ecossistema de inovação no Paraná. “Nosso objetivo é transformar a instituição e fortalecer o mercado de trabalho. Queremos inspirar a criação de soluções e impulsionar o crescimento econômico e social”, disse.

O reitor Roger Bicalho acrescentou que o UniSantaCruz deu um passo significativo para se tornar a instituição de ensino superior mais tecnológica. Estiveram presentes ao evento o secretário de Inovação, Modernização e Transformação Digital do Estado, Marcelo Rangel; a deputada estadual Marcia Huçulak; o representante da Anatel Secundino Lemos; o presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Dario Paixão; os vereadores Mauro Bobato e Dalton Borba; o presidente do Instituto Curitiba de Saúde (ICS), Tiago Waterkemper; e o secretário para o Desenvolvimento da Região Metropolitana de Curitiba, Leverci Silveira Filho. (Com assessoria de imprensa)

Compartilhe

Buracos negros rebeldes: jatos podem mudar de direção e ameaçar formação de estrelas
WhatsApp libera Status de voz de até 60 segundos para Android e iOS
ICQ: icônico mensageiro vai sair do ar após quase 28 anos
O que é FCM 24? Conheça o mod do 'Brasileirão' para o EA FC 24
Atlas: entenda o final do novo filme sci-fi da Netflix
YouTube Music ganha busca para achar músicas que você cantarola ou assobia
HUAWEI eKIT É NA CELETI - KIT INCRÍVEL PARA O SEU PROVEDOR
UNBOXING SERVIDOR DELL R630 - ANEXA TELECOM
FUTEBOL, SAMBA E AMIGOS - EXPOISP OLINDA - DIA 03
SEGUNDO DIA NA EXPOISP - FOI MUITO PRODUTIVO