industria-de-chips-deve-crescer-17%-em-2024,-estima-gartner

Indústria de chips deve crescer 17% em 2024, estima Gartner

Indústria de chips deve se recuperar em 2024, aponta Gartner
Gartner aponta recuperação da indústria de chips em 2024 (crédito: Freepik)

A receita global da indústria de semicondutores deve crescer 16,8% em 2024, chegando a US$ 624 bilhões (aproximadamente R$ 3 trilhões), recuperando-se, assim, de uma queda significativa no ano passado (-11%), estima a Gartner.

Segundo a consultoria, 2024 deve ser um ano de retomada do setor, com crescimento de receita em todos os tipos de chips, sobretudo pelo avanço considerável no mercado de memória. Na verdade, o segmento deve se recuperar de uma queda de 38,8% em 2023 com uma alta de 66,3% neste ano.

No ano passado, a cadeia de flash NAND (tecnologia de armazenamento de dados) foi impactada por uma “demanda anêmica” e pelo excesso de oferta, que derrubaram os preços, avalia a Gartner. A expectativa da empresa é de que, até o fim do primeiro semestre de 2024, os preços dessa indústria cheguem ao limite, melhorando as condições para os fornecedores.

No caso dos chips DRAM (memória dinâmica), a projeção é de alta nas receitas de 88% neste ano, totalizando US$ 87,4 bilhões (R$ 431,2 bilhões).

Impulso via Inteligência Artificial

Na avaliação da consultoria, a redução na demanda por smartphones e PCs e a diminuição dos gastos com serviços de data centers influenciaram a baixa da indústria de chips no ano passado.

“A forte demanda por chips para suportar cargas de trabalho de Inteligência Artificial (IA), como unidades de processamento gráfico (GPUs), não será suficiente para salvar a indústria de semicondutores de uma queda de dois dígitos em 2023”, resume Alan Priestley, vice-presidente e analista da Gartner, em nota.

No entanto, o cenário deve mudar neste ano. A expectativa é de que a aplicação de modelos de IA em servidores gere novas necessidades. A empresa cita que as implantações de servidores de alto desempenho baseados em GPU e de placas aceleradoras em data centers já estão impulsionando a demanda.

Para os analistas da Gartner, até 2027, a integração de técnicas de IA em instalações de data center será responsável por mais de 20% dos pedidos de novos servidores, como forma de acelerar as cargas de trabalho.

Compartilhe

Home office: 121 vagas para trabalho remoto internacional [29/05]
VALE A PENA OFERECER PLANO DE 1GIGA? - ASAP TELECOM
MERCADO DE BANDA LARGA 2024 - REVISE SUA ESTRATÉGIA
HUAWEI eKIT É NA CELETI - KIT INCRÍVEL PARA O SEU PROVEDOR
UNBOXING SERVIDOR DELL R630 - ANEXA TELECOM
FUTEBOL, SAMBA E AMIGOS - EXPOISP OLINDA - DIA 03
SEGUNDO DIA NA EXPOISP - FOI MUITO PRODUTIVO
CONCEITO DE DATA CENTER EDGE - ASAP TELECOM
O PROJETO DE ARQUITETURA DO NOSSO PROVEDOR - MULTIWAY
NOSSO PRIMEIRO DIA NA EXPOISP - TRIP 18