excelencia-da-velocidade-contratada-subiu-em-2023,-diz-anatel

Excelência da velocidade contratada subiu em 2023, diz Anatel

Índice de 'excelência da velocidade contratada' subiu em 2023, diz Anatel
Foto: Freepik

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) publicou nesta quinta-feira, 15, um balanço das metas da autarquia, entre elas as que constam no Plano Estratégico para o período de 2023 a 2027, com uma relação dos avanços conquistados até  final do ano passado, o que envolve a cobertura dos serviços e a percepção dos usuários.

Os resultados mostram, entre outros pontos, que o cumprimento de “excelência da velocidade contratada” pelo consumidor de internet  subiu de 78,28% em abril de 2023 para 83,7% no final do ano. A meta é chegar a 87% nos próximos três anos.

“Essa evolução pode ser atribuída, principalmente, à resposta positiva das prestadoras após a divulgação dos resultados por município do indicador em 2023”, explicou a Anatel na publicação.

Confira cada uma das metas de nível estratégico e a atualização (ou não) dos indicadores no final do ano passado:

Meta 1: Ampliar a cobertura da telefonia móvel 5G-SA de 0% em 2021 para 57,67% da população brasileira até 2027

O Brasil alcançou 52,66% de cobertura da telefonia móvel 5G-SA da população brasileira em 2023, que contou com antecipação do cronograma de liberação da faixa no ano passado, com expectativas de encurtar ainda mais o calendário

O país fechou o ano de 2023 com 20 milhões de usuários 5G. Atualmente, 3.283 municípios têm a faixa de 3,5 GHz disponível para utilização por estações do 5G standalone.  Pelo cronograma original, a expectativa é de chegar a 100% dos municípios com população igual ou superior a 30 mil habitantes até julho de 2029.

Meta 2: Expandir a conectividade de backhaul de fibra óptica de 83,97% para 100% dos municípios brasileiros até 2027.

Esta meta não foi atualizada no balanço. O mais recente número da Anatel é de abril de 2023, com 76,92%.  

Meta 3: Expandir a conectividade de backhaul de fibra óptica de 13,63% para 50% das localidades com mais de 600 habitantes até 2027.

Esta meta não foi atualizada no balanço. O mais recente número se refere a dezembro de 2021, com 13,63%.

Meta 4: Aumentar a velocidade média contratada na banda larga fixa de 186,3 Mpbs para 1 Gbps até 2027.

O país atingiu a atingiu a velocidade média contratada de 307,82 Mbps na banda larga fixa após revisão na metodologia de captação e tratamento de dados, em novembro de 2023.

Meta 5: Impulsionar o cumprimento de excelência da velocidade contratada de 78,28% para 87% até 2027

De acordo com a Anatel,  o indicador que mede a capacidade de rede para transmissão de dados por segundo alcançou 83,7%

Meta 6: Elevar o nível de satisfação geral dos consumidores da Banda Larga Fixa de 6,9 para 7,5 até 2027.

Meta sem atualização no balanço divulgado. O mais recente índice é de dezembro de 2022, quando a satisfação estava em 7,07

Meta 7: Elevar o nível de satisfação geral dos consumidores da Telefonia Móvel de 7,6 para 8,1 até 2027.

Meta sem atualização no balanço divulgado. Assim como os dados referentes aos consumidores de banda larga, o mais recente índice para telefonia móvel é de dezembro de 2022, e a satisfação estava em 7,53. 

Meta 8: Manter a competição no mercado de Banda Larga Fixa, com o grau de competitividade (HHI) <0,1500. 

O HHI foi medido em novembro de 2023, com HHI de 0,0793.

Meta 9: Manter a competitividade no mercado de telefonia fixa,  com HHI <0,3594

A competição no segmento de telefonia móvel se manteve estável (HHI de 0,3223).

Meta 10: Ampliar o percentual de usuários de internet no Brasil para 95% até 2027. 

A proporção de usuários de internet no Brasil alcançou 84,15%, conforme dados da União Internacional de Telecomunicações (UIT), 

Meta 11: Contribuir para expandir o percentual de usuários de internet no Brasil com habilidades moderadas em tecnologias da informação e comunicação (TIC) para 30% até 2027.

Meta sem atualização no balanço divulgado. O percentual brasileiro está em 12% conforme dados de dezembro de 2021. 

Meta 12: Aprimorar o nível de governança e gestão da Anatel para estar compatível com os 20 órgãos e entidades melhor avaliados na Administração Pública Federal (90) até 2027.

Em 2023, o Índice de Governança e Gestão da Anatel (iGG) foi calculado utilizando uma metodologia interna que simula os parâmetros estabelecidos pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Sob essa metodologia, a Anatel alcançou o resultado de 86,85, o que, para a agência, “corresponde a um nível aprimorado de maturidade institucional”.

Meta 13 :  Aumentar a disponibilidade de dados e informações da Anatel em formato aberto de 21,9% para 85% até 2027.

A disponibilização alcançou 82,99%.

desktop-tem-oscilacao-atipica-de-acoes-devido-negociacoes-de-venda-para-a-vivo
Desktop tem oscilação atípica de ações devido negociações de venda para a Vivo
consumidores-de-realidade-aumentada-5g-vao-duplicar-em-5-anos
Consumidores de realidade aumentada 5G vão duplicar em 5 anos
medida-destina-r$-27-milhoes-para-emergencia-de-telecom-no-rs
Medida destina R$ 27 milhões para emergência de telecom no RS
HUAWEI eKIT É NA CELETI - KIT INCRÍVEL PARA O SEU PROVEDOR
UNBOXING SERVIDOR DELL R630 - ANEXA TELECOM
FUTEBOL, SAMBA E AMIGOS - EXPOISP OLINDA - DIA 03
SEGUNDO DIA NA EXPOISP - FOI MUITO PRODUTIVO
CONCEITO DE DATA CENTER EDGE - ASAP TELECOM
O PROJETO DE ARQUITETURA DO NOSSO PROVEDOR - MULTIWAY
NOSSO PRIMEIRO DIA NA EXPOISP - TRIP 18