centro-open-ran-do-cpqd-recebe-aporte-da-fapesp

Centro Open RAN do CPQD recebe aporte da Fapesp

CPQD-Fachada-com-logo

A Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) vai investir R$ 60 milhões no Centro de Competência Embrapii em Open RAN, localizados no CPQD, em Campinas. Com isso, o local dobra o aporte que receberá para desenvolver a tecnologia.

Representantes da Embrapii e da Fapesp assinaram onte, 21, o Acordo de Cooperação Técnica (ACT) que garantirá os novos recursos na sede da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).

A solenidade contou com as presenças do presidente da Embrapii, Chico Saboya, do diretor-presidente do Conselho Técnico-Administrativo da Fapesp, Carlos Américo Pacheco, e de representantes do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Saúde, além de instituições representativas do setor produtivo.

Além o Centro Open RAN, haverá aporte de R$ 15 milhões no Centro de Terapias Avançadas, localizado no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

“Os centros aqui anunciados poderão submeter projetos para a Fapesp, que vai analisá-los pelos seus critérios e decidir pela suplementação dos recursos já aportados”, disse o diretor-presidente do Conselho Técnico-Administrativo da Fapesp, Carlos Américo Pacheco.

Centro Open RAN do CPQD
O Centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (CPQD), localizado em Campinas (SP), foi selecionado em maio de 2023 para a gestão do Centro de Competência Embrapii em Open RAN (Open Radio Access Networks). O contrato prevê o aporte de R$ 60 milhões da Embrapii, oriundos do Programa Prioritário PPI IoT/Manufatura 4.0, do MCTI.

O acordo com a Fapesp traz mais R$ 60 milhões ao centro. Ou seja, o montante investido vai chegar a R$ 120 milhões. Além disso, deverão ser captados no mínimo mais R$ 6 milhões junto a empresas associadas, chegando-se a um total de pelo menos R$ 126 milhões.

O Centro de Competência Embrapii em Open RAN tem como foco o desenvolvimento de tecnologias abertas para infraestrutura de redes de telecomunicações. Ali, empresas poderão desenvolver software e hardware abertos, aumentando a oferta de equipamentos e soluções às operadoras de rede.

Já o investimento em terapias avançadas vai somar R$ 15 milhões da Fapesp. O dinheiro será usado na busca de tratamentos inovadores contra doenças ainda sem terapias resolutivas. (Com assessoria de imprensa)

Compartilhe

os-bridgerton-existiram-de-verdade?-saiba-o-que-foi-inspirado-na-vida-real
Os Bridgerton existiram de verdade? Saiba o que foi inspirado na vida real
em-parceria-com-huawei,-claro-lanca-espaco-imersivo-5g+-em-brasilia
Em parceria com Huawei, Claro lança espaço imersivo 5G+ em Brasília
celular-seguro-alertara-via-whatsapp-quem-comprar-celular-furtado-ou-roubado
Celular Seguro alertará via WhatsApp quem comprar celular furtado ou roubado
incognia-abre-vagas-para-profissionais-de-ti-em-seguranca-digital
Incognia abre vagas para profissionais de TI em segurança digital
vazamentos-de-precos-do-samsung-galaxy-book4-edge
Vazamentos de preços do Samsung Galaxy Book4 Edge
slop:-a-nova-ameaca-digital-que-espalha-imagens-surreais-e-confusao-na-internet
Slop: A nova ameaça digital que espalha imagens surreais e confusão na Internet
terremotos-no-nordeste?-estudo-diz-que-a-regiao-tem-risco-sismico-de-5,2-na-escala-richter
Terremotos no Nordeste? Estudo diz que a região tem risco sísmico de 5,2 na escala Richter
iphone-16-pode-ser-vendido-em-duas-novas-cores,-aponta-informante
iPhone 16 pode ser vendido em duas novas cores, aponta informante
novo-remake-de-resident-evil-tem-supostos-detalhes-vazados;-confira!
Novo remake de Resident Evil tem supostos detalhes vazados; confira!
opera-ganha-versao-adaptada-para-pcs-com-processadores-arm
Opera ganha versão adaptada para PCs com processadores ARM