anatel-antecipa-a-conexao-de-escolas-publicas-no-rio-grande-do-sul

Anatel antecipa a conexão de escolas públicas no Rio Grande do Sul

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou a antecipação da Fase 4 do Projeto de Conectividade em Escolas Públicas, que prioriza a conexão das instituições de ensino situadas em municípios do Rio Grande do Sul atingidos pelas enchentes. A medida é uma resposta imediata aos problemas enfrentados pelo estado.

Com a decisão, anunciada na terça-feira (14), os recursos e o cronograma desta fase serão adaptados ao atual estado de calamidade pública na região. O Grupo de Acompanhamento do Custeio a Projetos de Conectividade de Escolas (Gape) dará prioridade às escolas locais, incluídas na etapa 1 da iniciativa, com execução prevista a partir de junho.

A antecipação ajudará a garantir a atividades educacionais nas áreas impactadas pelo desastre ambiental.A antecipação ajudará a garantir a atividades educacionais nas áreas impactadas pelo desastre ambiental.Fonte:  Getty Images/Reprodução 

A antecipação beneficiará 170 escolas públicas que seriam atendidas na etapa 2 e 404 escolas cujo atendimento estava programado para as etapas 3 e 4. Localizadas nas áreas mais afetadas pelos temporais, essas instituições poderão restabelecer o acesso à educação e tecnologia, garantindo a continuidade das atividades educacionais.

De acordo com o órgão, a medida emergencial não vai comprometer o andamento do projeto nas outras regiões do país. Além disso, demonstra o alinhamento da Anatel aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU).

Conexão via satélite pode ser incluída

A Fase 4 do Projeto de Conectividade em Escolas Públicas, que acaba de ser antecipada pela agência reguladora, também inclui a possibilidade de conectar as instituições de ensino usando serviços de internet via satélite. Esse tipo de serviço deve ser fornecido nas áreas em que as conexões via cabo e fibra não chegam.

Estudos anteriores apontaram a necessidade de utilizar o satélite em pelo menos 50% das escolas, considerando todo o Brasil, localizadas em áreas remotas. Essas unidades geralmente ficam a mais de 10 km de distância das redes cabeadas, dificultando a disponibilidade do serviço.

Na etapa, o orçamento previsto é de R$ 1,85 bilhão para a conexão de 18.500 escolas de todo o país, para gastos com as redes interna, externa e energia, quando necessário. No caso específico das instituições gaúchas, o montante antecipado pelo governo é de R$ 71,8 milhões.

Tags

Compartilhe

desktop-tem-oscilacao-atipica-de-acoes-devido-negociacoes-de-venda-para-a-vivo
Desktop tem oscilação atípica de ações devido negociações de venda para a Vivo
consumidores-de-realidade-aumentada-5g-vao-duplicar-em-5-anos
Consumidores de realidade aumentada 5G vão duplicar em 5 anos
medida-destina-r$-27-milhoes-para-emergencia-de-telecom-no-rs
Medida destina R$ 27 milhões para emergência de telecom no RS
HUAWEI eKIT É NA CELETI - KIT INCRÍVEL PARA O SEU PROVEDOR
UNBOXING SERVIDOR DELL R630 - ANEXA TELECOM
FUTEBOL, SAMBA E AMIGOS - EXPOISP OLINDA - DIA 03
SEGUNDO DIA NA EXPOISP - FOI MUITO PRODUTIVO
CONCEITO DE DATA CENTER EDGE - ASAP TELECOM
O PROJETO DE ARQUITETURA DO NOSSO PROVEDOR - MULTIWAY
NOSSO PRIMEIRO DIA NA EXPOISP - TRIP 18