AWS, unidade de nuvem da Amazon, demite centenas de funcionários

AWS, unidade de serviços em nuvem, demite centenas de empregados em novo corte anunciado pela Amazon (crédito: Amazon/Divulgação)

A Amazon Web Services (AWS), unidade de computação em nuvem da big tech, vai demitir centenas de funcionários para reduzir custos. Serão afetados empregados das áreas de vendas, marketing e serviços globais, além de trabalhadores da equipe de tecnologia que atuam em lojas físicas.

A companhia justificou os cortes dizendo que identificou áreas que precisam ser simplificadas. “Estas decisões são difíceis, mas necessárias, à medida que continuamos investindo, contratando e otimizando recursos para entregar inovação aos nossos consumidores”, afirmou a empresa, em nota encaminhada ao Wall Street Journal, nesta quarta-feira, 3.

No ano passado, a Amazon demitiu pelo menos 27 mil funcionários ao promover dois cortes em massa. O primeiro, anunciado em janeiro de 2023, atingiu 18 mil trabalhadores, sobretudo das áreas de varejo e recrutamento. Dois meses depois, uma segunda rodada de demissões em massa envolveu 9 mil trabalhadores, alcançando, inclusive, a AWS.

No caso dos funcionários afetados pelo novo corte, a big tech informou que os empregados demitidos receberão salários e benefícios por pelo menos 60 dias, além de ficarem elegíveis para indenizações.

Apesar das dispensas, a Amazon indica que está contratando para as principais áreas do seu negócio. Inclusive, coincidentemente nesta quarta-feira, a companhia publicou um texto em sua área de notícias sobre como melhorar o currículo para conseguir uma de suas vagas.

Nuvem e IA

A divisão de computação em nuvem tem sido responsável por parte significativa dos lucros da Amazon. No entanto, a unidade enfrenta uma desaceleração nas receitas, em razão de uma demanda mais restrita por parte dos clientes corporativos e de uma competição mais acirrada no mercado, inclusive com outras big techs.

Desde a explosão da Inteligência Artificial (IA) generativa, com o lançamento do ChatGPT pela OpenAI em novembro de 2022, gigantes de tecnologia, como a Amazon, tem direcionado investimentos para o desenvolvimento de grandes modelos de linguagem e soluções com recursos de IA.

Recentemente, a companhia anunciou que concluiu um aporte de US$ 4 bilhões na startup Anthropic. O acordo prevê a incorporação de aplicações de IA nos serviços disponibilizados pela AWS.

O post AWS, unidade de nuvem da Amazon, demite centenas de funcionários apareceu primeiro em TeleSíntese.

Tags

Compartilhe

10 notícias de tecnologia para você começar o dia (19/04)
Netflix supera expectativas em lucro e número de assinantes no começo de 2024
Telcomp: clientes das prestadoras regionais não são de segunda classe
Netflix tem alta de quase 80% no lucro e base de assinantes chega a 270 milhões
Nokia faz parceria e cria celular para amantes de cerveja; veja como funciona
Meta Llama 3 será executada em dispositivos com chips da Qualcomm
Para a Cisco, chegou a vez da segurança em todo lugar
Pesquisa aponta a necessidade de modernização dos escritórios para estimular trabalho presencial
Núclea adquire sistema de seguros da CERC e ingressa no mercado de registro
SKY FIBRA chega a mais 15 municípios com rede neutra da V.tal