A matéria escura pode suportar vida em população de planetas ‘rebeldes’, diz estudo

Chamados inicialmente de planetas ‘rebeldes’, por desrespeitarem a “lei” de orbitar uma estrela como a maioria de seus colegas, esses planetas flutuantes (FFPs) acabaram por se constituir em uma nova classe de objetos espaciais. Embora alguns tenham se formado sozinhos, sem nunca ter encontrado uma estrela, a maioria deles foi ejetada, de alguma forma, de sistemas solares tradicionais.

Como ainda não há um consenso entre os cientistas sobre como essas populações nômades se formaram, o pesquisador Gavin Coleman, físico Queen Mary University de Londres, simulou planetas desonestos resultantes de interação planeta-planeta e aqueles oriundos de sistema estelares binários. O objetivo foi tentar diferenciá-los e também compreender melhor como surgiram.

Leia mais…

Tags

Compartilhe

10 notícias de tecnologia para você começar o dia (19/04)
Netflix supera expectativas em lucro e número de assinantes no começo de 2024
Telcomp: clientes das prestadoras regionais não são de segunda classe
Netflix tem alta de quase 80% no lucro e base de assinantes chega a 270 milhões
Nokia faz parceria e cria celular para amantes de cerveja; veja como funciona
Meta Llama 3 será executada em dispositivos com chips da Qualcomm
Para a Cisco, chegou a vez da segurança em todo lugar
Pesquisa aponta a necessidade de modernização dos escritórios para estimular trabalho presencial
Núclea adquire sistema de seguros da CERC e ingressa no mercado de registro
SKY FIBRA chega a mais 15 municípios com rede neutra da V.tal