Rumores circulam sobre a possível tela dobrável da Apple para iPhone e iPad

A especulação sobre a incursão da Apple no universo dos dispositivos dobráveis ganhou força recentemente, com a notícia de que a empresa obteve uma patente para uma tela dobrável inovadora, que promete eliminar os incômodos vincos comuns nesse tipo de tecnologia.

Siga o tecflow no Google News!Participe dos nossos canais no Telegram ou Whatsapp!Confira nossos stories no Instagram e veja notícias como essa!Siga o tecflow no Google Podcast Spotify Podcast para ouvir nosso conteúdo!Anuncie conosco aqui ou apoie o tecflow clicando neste link.

De acordo com informações divulgadas pelo site Patently Apple, a tela apresenta uma área dobrável que é afinada por meio de um processo químico, permitindo a utilização de diferentes materiais para manter a superfície sempre lisa. Essa abordagem representa um avanço significativo em relação aos displays dobráveis convencionais, que muitas vezes sofrem com vincos perceptíveis após o uso contínuo.

Membros da indústria tecnológica na Coreia apontam que a Apple estaria considerando lançar um iPhone ou iPad dobrável até 2026, contradizendo as afirmações de Ming-Chi Kuo, renomado analista de produtos da Apple, que indicou que o primeiro dispositivo dobrável da empresa seria um MacBook com tela de 20,3″, previsto para 2027.

A inovação por trás da patente da Apple aborda especificamente as ranhuras na área dobrável da tela. A empresa propõe o uso de uma camada de cobertura transparente sobreposta ao painel da tela para combater essas ranhuras. Uma ranhura alongada ou outro recesso paralelo ao eixo de curvatura poderia ser formado na camada de vidro, enquanto se sobrepõe ao eixo de curvatura.

Além disso, a porção localmente afinada da tela seria reforçada por um polímero depositado como líquido na ranhura. Esse polímero seria posteriormente curado através de métodos como luz UV, calor, catalisador e outras técnicas de cura. Essa abordagem visa garantir que a área dobrável permaneça resistente e livre de vincos, mesmo após o uso contínuo.

A patente também revela que a composição do vidro utilizado na tela pode ser completamente modificada para aumentar a durabilidade. Por exemplo, o sódio presente na superfície do vidro poderia ser substituído por potássio. Essa substituição geraria uma tensão de compressão nas camadas superficiais tratadas, conferindo ao vidro maior resistência contra arranhões e outros danos causados pelo desgaste diário.

Enquanto aguardamos ansiosamente por um anúncio oficial da Apple sobre seus planos para dispositivos dobráveis, a patente recém-conquistada oferece uma visão promissora de uma tela dobrável sem vincos, abrindo caminho para uma nova era de inovação na indústria de dispositivos móveis. Resta-nos aguardar para ver como a gigante de Cupertino transformará essa visão em realidade e como os consumidores receberão essa próxima evolução nos dispositivos Apple.

Fonte.

Faça como os mais de 10.000 leitores do tecflow, clique no sino azul e tenha nossas notícias em primeira mão! Confira as melhores ofertas de celulares na loja parceira do tecflow.

Tags

Compartilhe

Entenda o final de Antracite, nova série de suspense da Netflix
Horizon Forbidden West: veja configurações otimizadas para o jogo no PC
E se os vulcões da Antártida entrassem em erupção? Veja o estudo
Os 10 filmes mais pirateados da semana (13/04)
Salesforce está próxima de adquirir a Informatica
Como a série Fallout se encaixa na cronologia dos games?
Mês da Mentir.IA na Nuuvem tem ofertas, combo promocional e cupom exclusivo; veja como funciona
Cartola FC do Brasileirão 2024: veja como funciona a nova temporada
Como entender a conta de luz após colocar energia solar?
Uma das séries sci-fi mais promissoras do ano chega em breve ao Apple TV+; conheça Matéria Escura