Reescrevendo as nuvens: Por que empresas estão reafirmando sua infraestrutura

Num passado recente, a promessa das nuvens – representadas pelo Amazon Web Services e suas contrapartes, Azure e Google Cloud – parecia o elixir da eternidade para as empresas. Ofereciam a libertação da tediosa responsabilidade de manter servidores próprios, proporcionando plataformas dinâmicas, escaláveis e ajustadas aos tempos modernos. No entanto, a realidade começou a mostrar que essa utopia tecnológica estava longe de ser uma panaceia.

Siga o tecflow no Google News!Participe dos nossos canais no Telegram ou Whatsapp!Confira nossos stories no Instagram e veja notícias como essa!Siga o tecflow no Google Podcast Spotify Podcast para ouvir nosso conteúdo!Anuncie conosco aqui ou apoie o tecflow clicando neste link.

Despertar para a “repatriação” de Dados

O fenômeno conhecido como “repatriação” de dados, já em curso há alguns anos, sugere uma abordagem radical: sair das nuvens e trazer de volta todos os serviços e dados para a infraestrutura local. Segundo dados do portal InfoWorld, 25% das empresas consultadas no Reino Unido já abraçaram, total ou parcialmente, esse movimento.

Entre as razões citadas por essas empresas para repatriar suas infraestruturas, encontramos questões de segurança e expectativas frustradas, com 33% e 24%, respectivamente, apontando esses motivos.

Nem Sempre Nas Nuvens: Desafios da Migração sem Propósito

Migrar para a nuvem perde o sentido quando as necessidades e cargas de trabalho não são ajustadas para esse ambiente. Utilizar aplicações antigas sem adaptação aos novos tempos, ignorando as vantagens dos containers ou clustering, pode gerar resultados contraproducentes. Além disso, a ilusão de economia pode se transformar em uma surpresa desagradável.

O Doloroso Custo da “Repatriação” de Dados

O principal impulsionador para a repatriação de dados surpreendentemente foi o custo, com 43% das empresas pesquisadas revelando que a migração original saiu mais cara do que o esperado. A análise de custo-benefício varia entre empresas, mas muitas, ao escolher a nuvem para economizar, encontraram um cenário diferente da expectativa.

Desafios do retorno: a arte da “Repatriação”

Empresas que decidem gerenciar suas nuvens privadas novamente enfrentam desafios. A monitorização rigorosa da infraestrutura local para evitar brechas de segurança, a necessidade de especialistas para gerir dados e serviços, e a análise meticulosa dos recursos de hardware necessário são fatores que impõem custos econômicos e de recursos a longo prazo.

David Heinemeier Hansson, criador do Hey e do Basecamp, compartilhou a decisão estratégica da sua empresa de repatriar dados quando os custos na nuvem estavam fora de controle. Meses depois, detalhou o processo e, mais tarde, destacou os benefícios obtidos ao retornar à nuvem. No seu caso, a jornada de volta foi um sucesso.

O Impacto nas Gigantes: AWS e Azure em perspectiva

Embora o êxodo de muitas empresas da nuvem possa parecer uma ameaça às gigantes como Amazon e Microsoft, a verdade é que essas potências têm uma visão mais ampla: a Inteligência Artificial (IA). A IA está pavimentando o caminho para inúmeras tecnologias inovadoras de serviços da web hospedados na nuvem, com muito mais por vir.

Faça como os mais de 10.000 leitores do tecflow, clique no sino azul e tenha nossas notícias em primeira mão! Confira as melhores ofertas de celulares na loja parceira do tecflow.

Tags

Compartilhe

Windows 11 agora exibe anúncios de apps dentro do Menu Iniciar
Veja dicas de como economizar na compra de eletrodomésticos
Diretor de Guerra Civil já fez quatro ótimos filmes de ficção científica! Veja quais
Home office: 102 vagas para trabalho remoto internacional [24/04]
Ações do Brasil para expandir telecom podem ser adotadas em qualquer país
Satélite da Telebras será usado para antecipar metas do governo de inclusão digital
Incentivo estatal pode viabilizar negócios de ISPs brasileiros na África
Todas escolas de ensino básico em cidade na Paraíba tem acesso à internet
Astrônomos celebram o 34º aniversário do Telescópio Hubble: Um olhar sobre suas conquistas e futuro
Ator de GTA V chegou a gravar conteúdos para DLC cancelado pela Rockstar