O Brasil tem grande oportunidade de captar valor com IA, afirma diretor da Intel

Carlos Augusto Buarque, Diretor de Marketing da Intel Brasil | Foto: Wanezza Soares

Embora entenda que no momento está-se apenas “arranhando a superfície” das soluções que virão com a IA (Inteligência Artificial), o Brasil tem grande oportunidade de captar valor com a transformação digital que deve se acelerar a partir do próximo ano, afirma Carlos Augusto Buarque, diretor de Marketing da Intel Brasil.

“Estamos só começando, mas a partir de 2025, veremos um crescimento mais radical da entrada desse tipo de de tecnologia no nosso dia a dia, movimento que vai trazer um crescimento até 2035 do PIB global da ordem de 18 trilhões de dólares”, afirma o executivo.

E argumenta que o país está bem posicionado porque tem entre os fatores positivos, o fato de contar com um grande grupo de desenvolvedores de software de padrão aberto; proximidade territorial com o mercado norte-americano; um forte mercado interno e fornecedores e parceiros integradores, especializados no ambiente brasileiro e que investiram aqui. Para ele, as novas aplicações com IA, que afetarão o dia a dia das pessoas ainda estão por vir, mas trarão muito mais valor para o Brasil.

Roberto Correa, especialista técnico da Intel Brasil | Foto: Wanezza Soares

Roberto Correa, especialista técnico da Intel Brasil, assinala que o Brasil se tornou a quarta maior comunidade global de desenvolvedores no GitHub, (atrás de Estados Unidos, Índia e China, mas à frente da Inglaterra) e foi a comunidade de desenvolvedores que mais cresceu na América Latina no ano passado.

Edge Computing

Com a IA avançando também para as redes de telecomunicações, que já estão, segundo Correa, bastante virtualizadas, a Intel está ampliando suas soluções de edge computing (ou computação de borda), para justamente dar respostas ao grande crescimento dos dados que estão sendo gerados por essas novas redes.

Segundo Correa, a Intel lançou nova plataforma de edge computing, que viabiliza um aumento muito grande da capacidade de processamento dessas redes virtualizadas. Hoje, disse ele, no Brasil “todas as grandes operadoras, e mesmo as menores, trabalham com as funções de rede virtualizadas”.

“Essa nova plataforma de edge computing aborda as três partes do processo: o desenvolvimento, a implantação e a operação pós implantação e ajuda a cadeia toda de desenvolvimento e manutenção a manter esse ambiente mais ágil e mais seguro ao longo da cadeia”, explicou.

 

 

 

 

 

 

 

O post O Brasil tem grande oportunidade de captar valor com IA, afirma diretor da Intel apareceu primeiro em TeleSíntese.

Tags

Compartilhe

Netflix supera expectativas em lucro e número de assinantes no começo de 2024
Telcomp: clientes das prestadoras regionais não são de segunda classe
Netflix tem alta de quase 80% no lucro e base de assinantes chega a 270 milhões
Nokia faz parceria e cria celular para amantes de cerveja; veja como funciona
Meta Llama 3 será executada em dispositivos com chips da Qualcomm
Para a Cisco, chegou a vez da segurança em todo lugar
Pesquisa aponta a necessidade de modernização dos escritórios para estimular trabalho presencial
Núclea adquire sistema de seguros da CERC e ingressa no mercado de registro
SKY FIBRA chega a mais 15 municípios com rede neutra da V.tal
Sociedade poderá opinar sobre os avanços da inteligência artificial