Não haverá uma agência única para regular IA, diz Eduardo Gomes

(crédito: Freepik)

O senador Eduardo Gomes, relator do projeto de lei que propõe a regulação para a inteligência artificial (IA), disse hoje, 12, que já há uma posição majoritária no Senado Federal de que não deve ser criada uma agência reguladora única para lidar com a questão. “Dificilmente termos uma agência reguladora de IA que tenha, por exemplo, expertise maior do que o Banco Central para regular o mercado financeiro. Assim, a ideia é repassar para o setor regulatório a sua função principal que é regular aquela atividade que estarão sob suas responsabilidades e serão afetadas pels novas tecnologias”, disse o senador e evento promovido pela Anatel e ANTT.

Segundo ele, a primeira primeira fase do projeto de lei será entregue ao presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco, em abril, conforme havia sido estabelecido, mas ele prevê que a tramitação do projeto e a sua votação definitiva só deverá acontecer no final do ano, após a reunião do G20 no Brasil, e após as eleições municipais de outubro.

O projeto de lei, disse o senador, trará apenas princípios que deverão ser observados pelos entes públicos e privados, pois a intenção não é “complicar demais”. ” Precisamos entender que a inteligência artificial precisa ser regulada, mas não poderá tolher posições e estratégias que estão sendo montadas em seus vários campos”, completou o parlamentar.

Para o senador, o mais importante é que o Brasil não se torne um mero consumidor de inteligência artificial. Ele acredita que o país tem condições de desenvolver tecnologias próprias e citou como exemplo o PIX, que já está sendo observado por outras nações, mas que antes de sua implementação houve muita “guerra” contraria a sua implementação, e hoje conecta grande parte da população brasileira.

Eduardo Gomes assinalou ainda que aguarda para este mês a primeira proposta de regulação, que deverá ser apresentada pelo Reino Unido, pois os demais países, disse, ainda não avançaram em uma regulamentação do tema. “Estou com uma expectativa grande, pois o Reino Unido deverá trazer novidades”, disse.

 

 

 

O post Não haverá uma agência única para regular IA, diz Eduardo Gomes apareceu primeiro em TeleSíntese.

Tags

Compartilhe

Windows 11 agora exibe anúncios de apps dentro do Menu Iniciar
Veja dicas de como economizar na compra de eletrodomésticos
Diretor de Guerra Civil já fez quatro ótimos filmes de ficção científica! Veja quais
Home office: 102 vagas para trabalho remoto internacional [24/04]
Ações do Brasil para expandir telecom podem ser adotadas em qualquer país
Satélite da Telebras será usado para antecipar metas do governo de inclusão digital
Incentivo estatal pode viabilizar negócios de ISPs brasileiros na África
Todas escolas de ensino básico em cidade na Paraíba tem acesso à internet
Astrônomos celebram o 34º aniversário do Telescópio Hubble: Um olhar sobre suas conquistas e futuro
Ator de GTA V chegou a gravar conteúdos para DLC cancelado pela Rockstar