Câmara dos Deputados aprova proibição do TikTok nos EUA

A Câmara do Estados Unidos aprovou nesta quarta-feira, 13, o projeto de lei que pode levar à proibição do TikTok nos Estados Unidos, com a votação de 352 a favor e 65, contra. O Projeto agora segue agora para o Senado para ratificação dessa medida.

O projeto proíbe o TikTok das lojas de aplicativos dos EUA, a menos que a plataforma, usada por cerca de 170 milhões de americanos, fosse separada de sua controladora chinesa, a empresa ByteDance.

O projeto votado pelos deputados ordena que o aplicativo seja vendido para investidores americanos em até 165 dias. Caso contrário, a rede social terá que deixar o país. Os parlamentares argumentam que a plataforma é usada para recolher informações dos cidadãos americanos.

Os deputados que apoiam o projeto argumentaram que o TikTok representa uma ameaça à segurança nacional porque o governo chinês poderia usar suas leis de inteligência contra a ByteDance, forçando-a a entregar os dados dos usuários dos EUA.

Uma das opiniões contrárias à medida veio do ex-presidente Donald Trump, que já foi um defensor da proibição da plataforma, mas desde então reverteu sua posição. A cidade de Nova York já havia banido o aplicativos nos celulares dos funcionários públicos.

Enquanto isso, os democratas enfrentam pressão de jovens progressistas, entre os quais o TikTok permanece como a plataforma preferida.

Tags

Compartilhe

Todas escolas de ensino básico em cidade na Paraíba tem acesso à internet
Astrônomos celebram o 34º aniversário do Telescópio Hubble: Um olhar sobre suas conquistas e futuro
Ator de GTA V chegou a gravar conteúdos para DLC cancelado pela Rockstar
Quer viver mais? Faça cardio
Fitch: Bancos brasileiros terão dificuldade para crescer em 2024
Gao Kexin é o novo CEO da Huawei no Brasil
TikTok vai contestar na Justiça a lei que pode banir o app nos EUA
Madonna no Brasil: Globo arrecada R$ 50 milhões para transmissão de show
Manor Lords impressiona pela complexidade, mas precisa de correções - Review
Maio na Netflix: confira as principais estreias do mês no streaming