Alone in the Dark merecia muito mais, mas faltou coragem para isso – Review

Em 1992, um certo jogo chegava para mexer as estruturas dos games, ditando dali para a frente diversas características de como um survival-horror deveria ser. Mesmo não tendo inventado a roda, Alone In The Dark foi um divisor de águas do gênero, estabelecendo características chave: diversos puzzles, inventário escasso, um mistério que só você pode resolver e detalhes da trama espalhados pelos cenários, contando a história em documentos ou arquivos.

Caso você seja fã de Resident Evil, Silent Hill ou até Alien: Isolation (por que não?), agradeça a Infogrames por estabelecer as bases desse gênero em 1992. Já deu pra perceber a importância de Alone In The Dark nos jogos, certo? Com isso em mente, durante uma transmissão da THQ Nordic em 2022, foi revelado ao mundo que um novo jogo da saga seria lançado, e pasmem: baseado nos eventos do jogo original!

Leia mais…

Tags

Compartilhe

TIM amplia rede 5G para mais de 57 cidades em diversos estados
Apenas 22% dos brasileiros tem acesso a boa conectividade; veja estudo
Claro e Embratel lançam programa que facilita acesso de startups ao Open Gateway
Claro registra receita de R$ 11,77 bilhões no 1º tri, alta de 5%
Magalu Cloud lança produtos de armazenamento e segurança
B3 lança solução de ativos tokenizados para viabilizar a arrecadação de fundos
Explorando o mundo dos dados: uma metáfora culinária
Oi quer regulação das redes neutras e mudanças em interconexão
Alloha Fibra diz que mudança no conceito de PPP pode “implodir” negócios
Condecine: Senadores rejeitam emenda que blindaria YouTube e TikTok