Nova regulamentação para uso de drones promete facilitar solicitações de voos no espaço aéreo brasileiro

O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) concretizou algumas mudanças nas leis e regulamentações do uso de drones no espaço aéreo brasileiro. As alterações foram feitas no documento ICA 100-40 e têm como objetivo deixar as ações dos usuários mais fáceis e práticas.

Siga o tecflow no Google News!Participe dos nossos canais no Telegram ou Whatsapp!Confira nossos stories no Instagram e veja notícias como essa!Siga o tecflow no Google Podcast Spotify Podcast para ouvir nosso conteúdo!Anuncie conosco aqui.

A medida visa agilizar as solicitações de voos, diminuir o tempo para recebimento de respostas e flexibilizar o uso de drones em locais próximos a aeroportos, desde que não comprometam a segurança das operações. Segundo informações divulgadas pelo DECEA, o número de solicitações de voos de drones cresce 40% por ano no país.

Para Rogério Neves, CEO da CPE Tecnologia, empresa que atua no mercado de soluções para geotecnologia, essa mudança era necessária. “Com o crescente aumento do número de drones no espaço aéreo brasileiro, era muito importante que houvesse flexibilizações para aproveitarmos os benefícios dessa ferramenta em sua totalidade”, fala.

O executivo afirma que “os drones são tecnologias utilizadas todos os dias por diversas profissões em vários setores. Com a evolução deles e a melhor adaptação das leis e regulamentações, poderemos ver ainda mais drones sendo utilizados. No campo da topografia, por exemplo, eles são essenciais”.

Um dos recursos mais utilizados em drones atualmente é o laser scanner acoplado. Neves comenta que “quando acoplamos lasers, conseguimos aumentar ainda mais essa precisão de leitura de áreas, promover mais agilidade e aumentar a quantidade de dados coletados em pouco tempo. Esse recurso pode ser utilizado em levantamentos topográficos, planialtimétricos e cadastrais, geração de modelos digitais de terrenos e elevações, modelos 3D e inspeção de estruturas, tornando o trabalho mais rápido e preciso, o que é benéfico para toda a cadeia produtiva”.

Além dos setores de topografia, agrimensura e geotecnologia, os drones são comumente vistos nas áreas de construção civil, meio ambiente, mineração, projetos de engenharia, geologia, entre outros.

Faça como os mais de 10.000 leitores do tecflow, clique no sino azul e tenha nossas notícias em primeira mão! Confira as melhores ofertas de celulares na loja parceira do tecflow.

Tags

Compartilhe

Aproveite: Loja Oficial Autorizada da Huawei abre com descontos incríveis
Clientes Claro reclamam das mudanças dos planos do Max
MAPFRE reduz 72% dos contatos diretos na central de atendimento
Pesquisa mostra padrões de troca do Android para iOS; confira
O que esperar da AGC da Oi? Adiamento, novo stay period e fala da Anatel
Abrintel fará evento sobre segurança no trabalho em telecomunicações
Vivo cresce no mercado de jogos com suporte via Discord e lança serviço Fibra Gamer
GOV.BR é a página de governo mais acessada do mundo
NEC e Sumitomo unem esforços com foco no agronegócio
SKY adota cobrança digital e gera economia de R$ 6 milhões