Like a Dragon: Infinite Wealth traz franquia ao seu melhor momento – Review

Like a Dragon é uma franquia que sempre foi na contramão das tendências de mercado. Por um lado, seus jogos cativam pelos roteiros dramáticos e bem-amarrados, com muitos personagens carismáticos. Por outro, nunca tiveram medo de abraçar uma galhofa e focar naquilo que realmente importa em um videogame: a diversão. Esta felizmente segue sendo a tônica em Like a Dragon: Infinite Wealth, o oitavo capítulo numerado da franquia e o maior lançamento da história do Ryu Ga Gotoku Studio.

O jogo é uma sequência direta de Yakuza: Like a Dragon (2017) e traz de volta o afável Ichiban Kasuga, resgatando a fórmula de RPG por turnos. O título também se conecta aos acontecimentos de Like a Dragon Gaiden: The Man Who Erased His Name (2023), lançado em novembro, e traz uma nova etapa na conturbada existência de Kiryu Kazuma, que agora enfrenta a maior e mais pessoal batalha da sua vida. Por isso, não é surpresa que ambos os jogos são fundamentais para entender as motivações dos personagens. 

Leia mais…

Tags

Compartilhe

IBM disponibiliza modelo de código aberto Mixtral-8x7B na plataforma watsonx para impulsionar inovação em IA
Divisão automotiva da ThyssenKrupp é alvo de ciberataque
Estúdio de Crash e Spyro deixa Microsoft e vira produtora indie
Galaxy Ring será compatível com outros celulares Android, mas não com iPhones
Equinócio de outono e eclipse penumbral da Lua são os destaques do céu em março
Recuperando os recursos de navegação antigos no One UI 6.1 e Galaxy S24
Aproveite agora: Motorola Edge 40 com desconto de 38% – Oferta Imperdível!
Quais são os elos de Valorant e como subir rápido? Veja guia completo
Google libera novos recursos de pesquisa no Chrome; veja detalhes
Netflix: 7 filmes e séries em alta para ver no fim de semana