Brasil ainda tem 4 capitais e 4.995 cidades sem “lei de antenas” para o 5G

O Brasil fechou o ano de 2023 com 10% dos municípios com lei de antenas atualizadas,  com processos de licenciamento adequados ao avanço do 5G. Segundo levantamento foi feito pela Conexis Brasil Digital,  em dezembro de 2023 eram 573 cidades com leis publicadas após a LGA (Lei Geral de Antenas), um aumento de 65% na comparação com dezembro de 2022, quando havia 347 cidades com leis atualizadas. Entre as 573 cidades com leis atualizadas, 399 (7,16%) contam com leis adequadas ao 5G.

Entre as capitais, quatro – Belo Horizonte, Fortaleza, Natal e Recife – ainda não têm leis de telecom favoráveis ao 5G. “As operadoras já instalaram o 5G em todas as capitais, atendendo além das metas fixadas no edital para 2023, mas para que o 5G atinja todo o seu potencial e realmente transforme a economia digital, a tecnologia exigirá mais antenas do que temos hoje. Mas até mesmo em algumas capitais as empresas enfrentam problemas para instalar as infraestruturas necessárias”, afirmou o presidente-executivo da Conexis, Marcos Ferrari.

Segundo Ferrari, a discussão sobre a importância de as cidades avançarem na pauta da conectividade, garantindo cada vez mais investimentos, é essencial, principalmente em 2024, quando os brasileiros irão às urnas para eleger prefeitos e vereadores.

Entre as cidades com mais de 500 mil habitantes, 8 ainda permanecem sem legislação favorável ao avanço do 5G – Aparecida de Goiânia, Campinas, Contagem, Guarulhos, Nova Iguaçu, São Gonçalo, Serra, Vila Velha; 6 ainda precisam fazer revisões na lei para incentivar a expansão da conectividade e 12 têm leis aderentes à LGA e, portanto, favoráveis à instalação de infraestruturas de telecom.

Já entre os 102 municípios com mais de 200 mil habitantes e menos de 500 mil, a maioria ainda não tem leis favoráveis ao 5G: 53 cidades não tem leis aderentes à LGA; 15 precisam de revisão; e 33 estão com leis preparadas para o 5G.

Além da ampliação do número de antenas nas capitais, as próximas metas do edital do 5G prevê a instalação do 5G nas cidades com mais de 500 mil até julho de 2025 e nas cidades com mais de 200 mil habitantes até julho de 2026. As operadoras de celular já anteciparam parte dessas metas. Hoje todas as cidades com mais de 500 mil habitantes já contam com 5G em operação comercial e grande parte das cidades com mais de 200 mil habitantes.

A adequação das leis e normativos municipais é um dos grandes entraves enfrentados pelas operadoras para a expansão da conectividade, afirma a entidade.

(com assessoria).

O post Brasil ainda tem 4 capitais e 4.995 cidades sem “lei de antenas” para o 5G apareceu primeiro em TeleSíntese.

Tags

Compartilhe

10 notícias mais importantes da semana (26/02 a 01/03)
Sem sinal? Clientes TIM reclamam de falha na rede de telefonia móvel
WhatsApp atualiza e agora é possível pesquisar conversas por data
Entenda o final de O Astronauta, filme da Netflix com Adam Sandler
Xbox: jogos com até 95% de desconto para Xbox One e Series S|X
PIB de informação e comunicação cresce 2,6% em 2023
Claro atinge 10 milhões de assinantes na banda larga fixa em janeiro
Justiça ordena que a Meta mude de nome no Brasil; entenda
Com quase 1 milhão de alunos, Vitru Educação coloca a IA para atender estudantes
Sistema antifraude da Biz terá atendimento via WhatsApp